quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Novo Padrão de Tomada

Ficamos todos confusões com o novo padrão de tomadas brasileiro.
Esse será um benefício que só perceberemos no longo prazo, por enquanto achamos uma chatisse.

Esta norma foi aprovada em 2001 buscando a segurança das instalações elétricas e principalmente a segurança dos usuários (choques elétricos), além da pradronização.

Lá no apê as tomadas já vieram no novo padrão - 10A, entretanto, teremos que trocar as tomadas do micro-ondas e do fogão com Grill para 20A.
Fiquei na duvida como usar. Segue abaixo uma explicação

Padronização de apenas duas versões de correntes nominais
A NBR 14136 padroniza as correntes de 10 A e 20 A. Em função do diâmetro dos plugues torna-se impossível a inserção de um plugue de 20 A em uma tomada de 10 A, evitando-se desta forma uma situação de sobrecarga.
Entretanto, o consumidor poderá utilizar um plugue de 10 A em uma tomada de 20 A. Esta solução proporciona ao usuário maior versatilidade.

Conexão do condutor terra antes dos demais
Com o novo padrão e devido as suas características, o condutor terra sempre será conectado antes dos condutores de energia lembrando que o aterramento é obrigatório nas novas instalações desde julho de 2006, conforme a Lei 11.337, alem de ser fundamental para a segurança do usuário.


Dúvidas Frequentes (essas questões e suas resposta foram retiradas do Web-site do INMETRO)
1) Por que o Brasil precisa de um padrão?Hoje, no Brasil, existem mais de dez modelos de plugues diferentes e quantidade semelhante de tomadas, gerando uma situação de risco de choque elétrico ao usuário e de sobrecarga na instalação elétrica (conexão de aparelhos projetados para  tensões e correntes diferentes da tomada) e desperdício de energia, através da dissipação de calor (uso de adaptadores inadequados para conectar muitos equipamentos em uma única tomada). O padrão é sinônimo de segurança.

2) Por que o Brasil não adotou o padrão internacional de plugues e tomadas?Porque o padrão internacional não existe. Cada país desenvolveu o seu próprio padrão,  impossibilitando a criação de um padrão único. O padrão estabelecido no fórum da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT foi desenvolvido considerando a conectividade com os plugues hoje existentes. O padrão é conectavel com 80% dos aparelhos elétricos atuais.
Alguns países possuem um padrão: Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Canadá, México Chile, França, Portugal, Espanha, Itália, Suíça, Japão, Austrália, entre outros. Cada um deles adota um padrão diferente.

3) Quais são as vantagens do padrão?Com a tomada padrão, em novo formato de poço, sextavada (talhada em seis faces), os consumidores, principalmente as crianças, não correrão mais o risco de tomar choques elétricos. Outras vantagens são a de que o padrão promove a adaptação de voltagens diferentes que existem, hoje, em nosso país e ajuda a combater o desperdício de energia.

4) Vou ter que mudar todas as minhas tomadas de casa e vou ter que comprar produtos com plugues novos?Não. A mudança não é drástica, uma vez que a maioria dos plugues de dois pinos comercializados em aparelhos eletroeletrônicos, fabricados no Brasil nos últimos anos, já se encontra adequada ao novo padrão, mostrando que o mesmo é totalmente compatível com a tomada atual.

5) Quer dizer que os plugues novos vão encaixar nas tomadas atuais?Sim. As dimensões e as distâncias entre os furos (pólos ) da tomada padrão permitem o encaixe (a inserção) de plugues redondos com o formato atual em mais de 80 % (oitenta por cento) dos aparelhos atualmente comercializados, garantindo a conectividade dos plugues e as tomadas atuais com os plugues e tomadas padrão.


http://www.siemens.com.br/templates/coluna1.aspx?channel=7425

2 comentários:

  1. Aff! Quanta informação neh! Reforma...e reforma!!!
    bj da familia

    ResponderExcluir
  2. nossa, foi por isso que minha geladeira não entrava de jeito nenhum na nova tomada!!! num sabia dessa diferença de mm mesmo no novo padrão!!

    Valeu Adri por compartilhar com a gente!
    Bjo!

    ResponderExcluir