terça-feira, 20 de março de 2012

Mudanças - não no apê

No apê esse mês não temos nenhuma novidade... Em fevereiro, tivemos gastos que não esperavamos e ficamos meio apertados. Esse mês estamos com cautela.

Mas eu mudei...É engraçado como a vida nos faz mudar. Nunca me imaginei gostando de ser dona de casa.
Chegando correndo do serviço para passar no supermercado, tirar a roupa do varal e fazer o jantar para o marido.
Nunca me imaginei passar pelas gôndolas da Kalunga e pensar "essa caixinha acomodará muito bem os pregos e parafusos que estão jogados".
Ou ficar louquinha na camicado ou preçolândia, muitas vezes só olhando as "novidades".

E essas mudanças também aconteceram com o marido... quem diria que ele sabia cozinhar, hein hein.

Odiava quando minha mãe inventava alguma reforma lá em casa, achava uma chatice, gastar dinheiro naquilo que já tinhamos e estava bom.
Hoje fico enlouquecida pensando como mudar o meu apê. Quero isso, quero aquilo, aqui ficará perfeito tal coisa.

Hoje tenho muito mais responsabilidades, mais ao mesmo tempo uma felicidade enorme.
Percebo que os meus assuntos com as minhas amigas mudou, a minha paciência com algumas coisas também.



Como é bom ser casada, ter o carinho e declarações o tempo todo do marido. Deitar na cama com cólica e o maridão deitar ao meu lado para fazer carinho...
Como é bom ter a minha casa, fazer aquilo que quero, comprar aquilo que quero, arrumá-la do jeito que eu quero...
Como é bom morar ao lado de uma padaria maravilhosa, supermercados e shopping perto...

Tem coisas ruins??? Claro que tem, mas são coisas tão pequenas:
Como é ruim ir ao supermercado e não encontrar as coisas que quero (coisa básicas)...
Como é ruim morar nem longe nem perto do metrô e quando chego nele como é ruim fazer as transferências de linha...

Nunca imaginei que me sentiria realizada... Hoje eu sou.

5 comentários:

  1. Ai q lindo!!! Acho q tudo isso se resume a amor...amor pelo seu maridon, amor pela sua casa, pelas suas coisas, amor pelo bem estar, pela tranquilidade, pela qualidade de vida...quem diria q casamento lhe traria qualidade de vida???...muitos torcem o nariz...mas posso te falar q ja passei da crise dos 07 anos...e não trocaria minha vidinha de caSADA por nada! Fácil, nem sempre foi...mas cresci, amadureci, mudei, aprendi a viver em família e tirar o melhor disso e q seja infinito enquanto dure, pra mim e pra vc! Bjsssss

    ResponderExcluir
  2. Nossa como vc tá inspirada!! é isso mesmo, concordo com vc como é bom estar do lado da pessoa certa na hora e momento certos!! é felicidade na certa, e ainda tem gente que diz que casamento é coisa do passado aff tenho 24 aninhos, estou com more desde os 18 e só tenho a declarar que foi e e´ a melhor época da minha vida!!! bjss querida!

    ResponderExcluir
  3. Eu também me sinto assim, feliz por está casada com quem amo e me ama, nem tudo é flores em um casamento, mas quando existe amor como no nosso tudo fica mas fácil.
    Eu odiava fazer faxina, ele odiava fazer supermercado, hoje fazemos juntos e adoramos.rsrs
    Vai entender o amor!

    Bjão

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Minha primeira vez por aqui e achei lindas as suas palavras. Acho que o mais importante é isso mesmo, esta sensação boa! Não vejo a hora de ir pro meu cantinho também, ainda bem que está perto! Estou te seguindo. beijos

    ResponderExcluir
  5. Não sei como eram seus hábitos antes do casamento, mas eu deixei fácil de comprar coisas pra mim (roupas, sapatos, bolsas) para comprar coisas para casa, parece que todo ugar que entro ou vou essas coisas me atraem...rs

    Tb adoro minha vida de casada.

    Bjs

    ResponderExcluir